Diretor exige US$ 68 milhões de indenização, alegando que a empresa não honrou contratos relativos a seus filmes. Imbróglio é fruto de acusações de abuso sexual envolvendo o cineasta

Woody Allen entrou com processo no valor de US$ 68 milhões contra a Amazon por quebra de contrato. O cineasta acusa a gigante do streaming de cancelar o acordo relativo a seus filmes por causa da alegação “sem fundamento”, de décadas atrás, de que ele abusou sexualmente da filha Dylan.
Por meio de seus advogados, o diretor argumenta que a Amazon tentou encerrar o negócio em junho. Desde então, recusou-se a pagar US$ 9 milhões para o financiamento de seu próximo filme, A rainy day In New York.

O longa é apenas uma das produções a serem viabilizadas pelo acordo acertado depois de Allen fazer o programa Crisis in six scenes para a Amazon, que, na época da negociação, surgia como promissora provedora de conteúdo.

O diretor exige, além dos US$ 9 milhões, garantias mínimas devidas a ele para outros longas. Isso totaliza cerca de US$ 68 milhões, segundo a queixa apresentada a um tribunal federal em Nova York, revelada pela agência de notícias AFP.

A defesa do cineasta alega que a Amazon considerou o acordo “impraticável” por causa de “eventos supervenientes, incluindo alegações renovadas contra Allen e seus próprios comentários controversos”.

De acordo com o documento, a Amazon citou que atores se recusam a trabalhar com Allen. Ex-parceiros do diretor, Colin Firth, Michael Caine e Greta Gerwig declararam que não voltariam a atuar em filmes dele.

TRAIÇÃO

Em 1992, Woody Allen foi acusado pela ex-mulher, a atriz Mia Farrow, de abusar da filha deles, Dylan. Meses antes, ele havia assumido o caso amoroso com Soon-Yi Previn, a jovem enteada de Mia. Em 1993, Woody foi absolvido.

Em 2014, em carta enviada ao The New York Times, Dylan afirmou que o pai de abusara dela. Ronan Farrow, filho do casal e jornalista da revista New Yorker, confirmou o depoimento da irmã. Em 2017, Ronan publicou os artigos sobre assédio sexual envolvendo Harvey Weinstein, chefão de Hollywood, fonte de inspiração para o movimento Me too.

Porém, Moses Farrow, primogênito de Mia e Allen, defendeu o cineasta, acusando a mãe pelo imbróglio por não suportar a traição do cineasta. Casados desde 1997, Allen e Soon-Yi têm dois filhos adotivos.

Fonte: Estadão Conteúdo


Kelly Key relançará álbum com sucessos 'Baba' e 'Cachorrinho'

Até assinar contrato com gravadora, cantora só estava engajada nas redes sociais Kelly Key estava se dedicando, ao longo dos últimos anos, à

Orlando Bloom pede Katy Perry em casamento no Valentine's Day

Artistas estão juntos há mais de um ano Katy Perry usou as redes sociais para compartilhar uma novidade: a cantora foi pedida em casamento por

Snoop Dogg confirma parceria musical com Anitta

O rapper norte-americano e a funkeira preparam uma música O rapper norte-americano Snoop Dogg confirmou que fará uma música junto com a cantora

Cardi B anuncia parceria com Bruno Mars

Cantora havia se afastado da rede social depois de receber críticas após vitória no Grammy. Três dias após desativar sua conta no Instagram,

Divulgado primeiro trailer de ‘Frozen 2’, que vai ao ar em 2020

Na versão original, filme traz as vozes de Idina Menzel, Kristen Bell, Jonathan Groff e Josh Gad e música de Kristen Anderson -Lopez e Robert

Morre a atriz e cantora Bibi Ferreira aos 96 anos

Ela era filha do ator Procópio Ferreira e da bailarina argentina Aída Izquierdo Morreu nesta quarta-feira, 13, a atriz e cantora Bibi Ferreira,

BBB19: Delegacia abre inquérito para apurar casos de racismo

Mineiros Maycon e Paula são os alvos, por causa de comentários preconceituosos durante o reality A 19º edição do BBB está polêmica e, em

Mc Biel não aparece para assinar papéis do divórcio com Duda

Advogado do cantor abandonou o caso. Em teoria, modelo e funkeiro ainda estão casados Diferentes acusações e polêmicas sempre estiveram

'Não é difícil ganhar dinheiro', diz ex-catador de latas

'Faça com paixão e você vai crescer. Pode ser que amanhã ou depois, de catador de lata você se torne um grande sucateiro', afirma Rufino O

As mulheres e o rap são os grandes vitoriosos do Grammy 2019

As mulheres e o rap foram os grandes vitoriosos do Grammy 2019, cuja cerimônia de premiação ocorreu na noite deste domingo, 10, em Los Angeles.

UAI Brasil
O teixeirão 2018
Connect Informática
Nossos Apoiadores: