Raposa segue na zona de rebaixamento, na 17ª posição

A má fase do Cruzeiro parece não ter fim. Com direito a pênalti perdido por Thiago Neves e confusão nas arquibancadas, o time mineiro perdeu para o CSA, por 1 a 0, no Mineirão, pela 35 ª rodada do Campeonato Brasileiro, nesta quinta-feira (28).

O sexto jogo sem vitória manteve o Cruzeiro na zona de rebaixamento, em 17.º lugar, com 36 pontos, um a menos do que o Ceará. Já o CSA voltou a ganhar depois de cinco derrotas seguidas e vem logo atrás, na 18.ª colocação, com 32, ainda mantendo vivo o sonho de escapar da Série B.

Como era de se esperar, o Cruzeiro começou a partida em cima do CSA buscando logo o primeiro gol. Aos 11 minutos, Fred fez boa jogada na linha de fundo e, mesmo sem ângulo, arriscou rasteiro. A bola foi em cima de Jordi. Na sequência, Thiago Neves bateu fraco de fora da área e facilitou a vida do goleiro adversário.

Aos 29, Fred ajeitou de cabeça e Pedro Rocha bateu de primeira. A bola desviou na zaga e saiu por cima do travessão. Na sequência, Jordi recebeu o cartão amarelo pela demora na reposição da bola. A melhor oportunidade do jogo veio aos 36. Pedro Rocha tabelou com Fred e saiu na cara de Jordi. A bola passou raspando a trave.

O pesadelo cruzeirense aumentou aos 42 minutos. Rafinha cobrou escanteio e Ricardo Bueno cabeceou para grande defesa de Fábio. O rebote, porém, caiu nos pés do zagueiro Alan Costa, que só completou para as redes.

O nervosismo bateu de vez nos jogadores cruzeirenses e também nos torcedores, que não economizaram nas vaias. Nos acréscimos, Ricardo Bueno arriscou de fora da área e mandou nas mãos de Fábio.

Na volta do intervalo, Abel Braga tirou Éderson e Fred para colocar Robinho e Joel, respectivamente. Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Ezequiel desviou e Jordi espalmou para escanteio. O Cruzeiro abusava das bolas alçadas na área do CSA.

Aos 11, Thiago Neves cobrou falta e o goleiro alagoano fez grande defesa, espalmando para escanteio. Cinco minutos depois, Pedro Rocha caiu dentro da área após dividida com Alan Costa. O árbitro mandou o lance seguir, mas voltou atrás depois de consultar o VAR.

Thiago Neves deslocou Jordi, só que mandou para fora, aumentando ainda mais o desespero cruzeirense. A partida ficou aberta. Aos 23, Robinho arriscou de fora da área e o goleiro espalmou.

O camisa 10 subiu depois de perder o pênalti e a cada toque na bola era vaiado pelos torcedores. Após cruzamento rasteiro, Sassá bateu de virada e Jordi fez outra boa defesa. Aos 31, Robinho cobrou falta, a bola desviou no meio do caminho e parou mais uma vez no camisa 1 alagoano.

O nervosismo tomou conta de todo Mineirão. Nas arquibancadas, torcedores entraram em conflito com policiais. A partida ficou paralisada por alguns minutos devido aos sinalizadores acendidos Apesar de ter a posse da bola, o Cruzeiro não conseguia passar pela marcação do CSA, que se defendia com quase todos os jogadores dentro da área. Aos 43, Egídio cruzou e Sassá cabeceou para grande defesa de Jordi.

Nos acréscimos, o time mineiro levantou pelo menos cinco bolas para a área do CSA, mas não conseguiu sequer o gol de empate. Os zagueiros alagoanos ganharam todos os lances. Os jogadores mineiros desceram para os vestiários debaixo de uma chuva de objetos, que sobraram para os seguranças e policiais.

O Cruzeiro volta a campo só na próxima segunda-feira (2), contra o Vasco, às 20 horas, em São Januário, no Rio. No domingo (1º), o CSA recebe o Bahia, às 18 horas, no Rei Pelé, em Maceió. Os jogos são válidos pela 36.ª rodada.

CRUZEIRO 0 X 1 CSA

CRUZEIRO - Fábio; Orejuela, Cacá, Léo e Egídio; Henrique, Éderson (Robinho), Ezequiel (Sassá), Thiago Neves e Pedro Rocha; Fred (Joel). Técnico: Abel Braga.

CSA - Jordi; Dawhan, Alan Costa, Luciano Castán e Rafinha (Jean Cléber); João Vítor, Nilton, Jonatan Gomez e Euller (Warley); Apodi (Bruno Alves) e Ricardo Bueno. Técnico: Argel Fucks.

GOL - Alan Costa, aos 42 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP).

CARTÕES AMARELOS - João Vitor, Jonatan Gomez, Jordi e Euller (CSA).

RENDA E PÚBLICO - Não divulgados.

LOCAL - Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Fonte: Correio24h


Amanda Nunes defende rótulo de melhor lutadora: "Mereço respeito"

Pela quinta vez na carreira, Amanda Nunes entrará no octógono para defender o cinturão do peso galo feminino do Ultimate Fighting Championship

Seleção de Handebol é campeã baiana nas categorias juvenil

Teixeira de Freitas: No último final de semana, 7 e 8 de dezembro, a Seleção Teixeirense de Handebol Feminino, Texas Hand, disputou o Campeonato

Mundial de Handebol: Brasil se complica após três jogos sem vencer

Seleção depende de 2 vitórias e combinação de resultados para avançar O Brasil ficou numa situação delicada no Mundial de Handebol

Brasil estreará contra a Venezuela na Copa América de 2020

Veja a tabela da competição A seleção brasileira conheceu nesta terça-feira o adversário de estreia na edição de 2020 da Copa América.

Craques do Flamengo tatuam taça da Libertadores

Jogadores do Rubro-Negro fizeram questão de marcar conquista da maior competição da América, em seus corpos. Confira fotos a seguir Após o

Marta encontra Cristiano Ronaldo e evita falar sobre aposentadoria

Encontro de craques foi promovido pelo canal Desimpedidos Escolhida como melhor futebolista do mundo por seis vezes, Marta teve um encontro de

Real Madrid lança uniforme virtual exclusivo para o game Fifa 20

Torcedores podem comprar uniforme que não será usado pelo time em campo O Real Madrid lançou uma nova camiseta exclusiva para o game Fifa 20.

Finalista do TUF Brasil, Serginho Moraes é demitido do UFC

Vice-campeão do reality show deixou franquia após série ruim O Brasil perdeu um atleta do quadro de profissionais do Ultimate Fighting Brasil.

Prefeitura inaugura Campo de Futebol Society em Santo Antônio

Teixeira de Freitas: Jeolino Lopes da Silva “Gel Lopes”, este foi o nome dado ao Campo Society inaugurado pela Prefeitura de Teixeira de

Brasil empata com a França no Mundial Feminino de Handebol

Depois de perder para a Alemanha em sua estreia no Mundial Feminino de Handebol, a seleção brasileira empatou em 19 a 19 com a atual campeã

Nossos Apoiadores: