O Programa Universidade para Todos (ProUni) vai ofertar 169.226 bolsas de estudos em instituições particulares de ensino superior, sendo 68.087 bolsas integrais e 101.139 parciais, no segundo semestre de 2019. As vagas foram anunciadas nesta segunda-feira, 10, pelo Ministério da Educação (MEC). Ao todo, participam desta edição 1.100 instituições.

As inscrições podem ser feitas a partir desta terça, 11. O prazo para participar da seleção vai até 14 de junho. A inscrição deverá ser feita pela internet, no site do Prouni.

O número de bolsas é inferior às 174 mil ofertadas no segundo semestre do ano passado - 68.884 bolsas integrais e 105.405 parciais. Caiu também no número de instituições. Em 2018 foram 1.460.

Segundo o secretário-executivo do MEC, Antonio Paulo Vogel, a queda deve-se à possível suspensão de cursos e faculdades privadas, o que impede a oferta de bolsas.

Mesmo com a redução de vagas, a expectativa é que o número de inscrições aumente em relação a 2018. “Tivemos um aumento no Sisu [Sistema de Seleção Unificada], o que mostra que tem mais gente buscando o ensino superior”, disse Vogel.

O Sisu, que oferece vagas em instituições públicas de ensino superior, teve um aumento de 25,9% no número de candidatos no processo seletivo do segundo semestre deste ano em comparação com o segundo semestre do ano passado.

Vogel explica que a redução de bolsas não impactará o orçamento do MEC, uma vez que as instituições participantes não recebem recursos. Elas são isentas de impostos.

ProUni

As bolsas de estudo ofertadas pelo ProUni são parciais, de 50% do valor da mensalidade, e integrais, de 100%. As bolsas integrais são destinadas a estudantes com renda familiar bruta per capita de até 1,5 salário mínimo. Já as bolsas parciais, contemplaram os candidatos que têm renda familiar bruta per capita de até 3 salários mínimos.

Podem se inscrever candidatos que não tenham diploma de curso superior e que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018. Além disso, os estudantes precisam ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em instituição privada como bolsista integral.

É preciso ter obtido ainda uma nota mínima de 450 pontos na média aritmética das notas obtidas nas provas do Enem. O cálculo é feito a partir da soma das notas das cinco provas do exame e, depois, dividindo por cinco. Outra exigência é a de que o aluno não tenha tirado zero na redação.

Também podem participar do programa, estudantes com deficiência e professores da rede pública.

Calendário

A divulgação do resultado da primeira chamada está prevista para 18 de junho. Já a segunda chamada será no dia 2 de julho.

O candidato pré-selecionado deverá comparecer à respectiva instituição de ensino superior para comprovação das informações no período de 18 a 25 de junho, caso tenha sido selecionado na primeira chamada e de 2 a 8 de julho na segunda.

A lista de espera, caso as vagas não sejam ocupadas, fica disponível no site para consulta pelas instituições de ensino no dia 18 de julho.

Fonte: Agência Brasil


Número de jovens no ensino médio aumenta de 7,7% em 6 anos

Para coordenador, avanço é significante, porém tímido O número de jovens de 15 a 17 anos cursando o ensino médio aumentou de 61% em 2012

Astronautas retornam à Terra após meses no espaço

Canadense, russo e norte-americana pousaram no Cazaquistão em segurança após a experiência a bordo da Estação Espacial Internacional. Metade

Gosta de tecnologia? Saiba como ingressar na graduação com a nota

Hoje em dia não é possível imaginar a vida sem a utilização da tecnologia – isto vai desde celulares e tablets aos games e, o mais recente

Pesquisadores brasileiros podem concorrer a bolsa de estudo ofertadas

A Alemanha oferece 50 bolsas de estudo para jovens pesquisadores interessados em questões mundiais. A bolsa Chanceler Alemã para Futuros Líderes

Começam inscrições do Encceja para residentes no exterior

Estão abertas a partir de hoje (24) as inscrições para a edição de 2019 do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e

Analfabetismo no Brasil cai entre 2016 e 2018 de 7,2% para 6,8%

É o que revela pesquisa do IBGE O analfabetismo no Brasil caiu entre 2016 e 2018. Na faixa entre 15 anos ou mais, passou de 7,2% em 2016 para

Resultado da primeira chamada do ProUni está disponível

O resultado da primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) está disponível na página do programa. Para assegurar a bolsa de

Mulheres aumentam escolaridade em relação aos homens

O ano de 1991 foi um marco para o perfil da mulher no mercado de trabalho porque, pela primeira vez, o nível de escolaridade feminina superou o

Termina prazo de matrícula e de adesão à lista de espera do Sisu

Esta segunda-feira, 17, é o último dia para que os estudantes selecionados na chamada regular do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) façam a

Prouni 2019.2 divulga resultado da primeira chamada amanhã (18)

O Programa Universidade para Todos (Prouni) 2019 divulgará amanhã o resultado da 1ª chamada, no site do programa e das Instituições de Ensino

Nossos Apoiadores: